Música

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

De Guende (Xurès) à Fonte Fria (16 de Fevereiro 2016)

Iniciei este belíssimo trilho na aldeia de Guende (Espanha) com o objetivo claro de atingir o maciço dos Cornos da Fonte Fria, local que curiosamente no seu topo divide Portugal de Espanha, logo nos primeiros Klms aproveitei para visitar o preservado mas em construção Foxo do Lobo de Guende (Fojo em Portugal), a partir daqui a neve começou a surgir e chegando a Lamarelhas encontramos a Cruz do Val do Lagarto, uma Cruz assente num cubo granítico com o nome Gonçalo em homenagem ao Frei Gonçalo Coelho que aqui perdeu a vida ao fazer a travessia desde Guende até Pitões das Júnias para as suas obrigações pastorais, surpreendido pela neve e pelo frio aqui morreu enregelado no dia 2 de Fevereiro de 1501, permanece a tradição de alguns populares Galegos e Portugueses de lançar uma pedra para um amontoado junto da cruz depois de fazerem os seus votos nos santuários da região, lá continuei em direção à Fonte Fria onde aproveitei para almoçar e desfrutar das fantásticas vistas que este local nos proporciona, depois da Fonte Fria foi lentamente fazer o regresso pelo mesmo local até à aldeia de Guende.





                                                           Foxo do Lobo de Guende


                                               Cruz em honra do Frei Gonçalo Coelho

                                            Amontoado de pedras que populares lançam
                                     para que os votos feitos no santuário se concretizem 




                                                                         Fonte Fria


























                                                                            Guende


                                                         Capela de S.Miguel (Guende)


Sem comentários:

Enviar um comentário